Athletic perde mais uma e se complica na competição

O Athletic foi ao Ipatingão duelar com o Ipatinga pela sétima rodada do módulo II. Apesar de ter chegado muito próximo de uma vitória, o clube são-joanense viu os 3 pontos escaparem nos últimos minutos.

Para a partida, o treinador escalou uma equipe bem modificada em relação ao último jogo contra o CAP, no Joaquim Portugal.

A grande novidade foi a reestreia do lateral Igor Nunes, que volta ao Clube após passagem pelo CSP da Paraíba.

Para dar mais consistência na meia cancha, o treinador escalou Eduardo,  Matheus, Bruno e Salatiel, que já havia se destacado no jogo contra o Uberaba.

No ataque, Morassi foi escolhido para ocupar o setor esquerdo, que vinha sendo ocupado por Mococa.

O jogo começou bastante truncado, mas aos poucos, o time da casa foi  se impondo e conseguiu controlar o jogo. O goleiro alvinegro Gilson teve bastante trabalho. O Ipatinga, ameaçado de rebaixamento,  precisava desesperadamente da vitória.

Já o Esquadrão, tentava se aproveitar dessa  situação,  tentando atrair o adversário para o ataque e  sair rápido  na transição.

No segundo tempo, o Esquadrão equilibrou a partida. Aos 12 minutos, Cícero Jùnior sacou o camisa 10, Eduardo Nardini,  e colocou Sato. Minutos depois,  promoveu a entrada de Mococa no lugar de Matheus.

Aos 23, o árbitro expulsou Fábio Alves, que atingiu de forma violenta o lateral Nathan. Com 1 jogador a mais, o Athletic ensaiou uma pressão e começou a incomodar a defesa adversária. Porém,  o gol insistia em não sair.

Com o relógio marcando 26 minutos da etapa final, Cicinho fez sua última substituição. Com a vantagem numérica, tirou o volante Salatiel e colocou o meia Jordano.

Mas o lance crucial do jogo, ocorreu aos 43 minutos. Após bola levantada na área do Tigre, o juiz marca pênalti cometido por Noé. O jogador  já tinha cartão amarelo e acabou sendo expulso.

Rudimar se apresentou para a cobrança, mas cobrou mal, a meia altura e no canto do goleiro, que fez a defesa.

Se, pelas circunstâncias do jogo, o empate já não seria um resultado a ser comemorado, a derrota traria enorme frustração. Foi o que aconteceu, depois de  uma bola perdida no meio campo, o Ipatinga foi para o ataque. Erick, que saíra do banco,  acertou um belo chute de fora da área,  fazendo  o gol que  deu a primeira  vitória na competição  para o Ipatinga.

Outros Jogos

 

Na Arena Jacaré, o Coimbra não tomou conhecimento do Uberaba e venceu por 3 a 0. A equipe comandada por Diego Giacomini, a única que permanece invicta na competição,  assumiu a liderança isolada com 17 pontos e praticamente garantiu a vaga no G4.

Em Uberlândia, na manhã de domingo,  a equipe do triângulo venceu o América de Teófilo Otoni pelo placar de  1 a 0. O Verdão chegou a 16 pontos e está com a classificação muito bem encaminhada.

Serranense e Nacional de Muriaé jogaram na Arena dos Calçados, mas  não saíram do 0 a 0. A equipe de nova Serrana está na terceira colocação com 14 pontos e tem grandes chances de se classificar.

 

Em Sete Lagoas, o Democrata Jacaré perdeu, por 2 a 0, para o seu xará de Valadares e continua com a corda no pescoço. Já a Pantera, após conseguir a segunda vitória consecutiva, se aproximou do G4.

Oitava rodada:

 

Athletic x Coimbra

 

Uberaba x CAP Uberlândia

 

América de Teófilo Otoni x Serranense

 

Nacional de Muriaé x Democrata de Sete Lagoas

 

Democrata de Valadares x Uberlândia

Fernando Souza

Fernando Souza é Rubro Negro nato, torcedor do Athletic, formado em Filosofia pela UFSJ,  apaixonado pela  cultura mineira e aficionado pela história do futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *