Athletic perde em casa para o CAP Uberlândia

Em São João del Rei, o Athletic perdeu pelo placar de 1 a 0 para o CAP Uberlândia. Embora tenha dominado as ações, a equipe  são-joanense  sofreu um gol nos últimos minutos da primeira etapa e não  conseguiu  se recuperar no  segundo tempo.

Como de costume, o  Esquadrão começou  pressionando o adversário. Logo aos 2 minutos, Mococa  experimentou  de fora da  área,  levando perigo à meta do goleiro  uberlandense.

Pouco tempo depois,em uma  rápida  jogada pelo  setor  esquerdo,  Matheus passou  por 3  jogadores do  CAP  e rolou para  Rudimar chutar,  mas a  bola passou perto  gol.

A  defesa do  time visitante, armada pelo  experiente Wantuil Rodrigues, estava bem postada na  entrada  da área. Com isso, o alvinegro começou a tentar  chutes  de média  distância. Bruno Barroso, que já havia feito aquele belo gol contra o Democrata de Valadares, arriscou da  intermediária, mas o arqueiro espalmou para fora.

Aos 20 minutos, o Athletic quase marcou. Rudimar disputou uma bola com o zagueiro, que cabeceou contra a própria meta. O Goleiro Luiz Miguel ficou vendido na jogada e viu a bola bater no seu travessão.

Aos poucos, a equipe  de  Uberlândia foi se soltando no jogo. Em uma rápida jogada de transição, o atacante Daniel se livrou da marcação e bateu forte para o gol, todavia, o Goleiro Gilson fez a defesa.

Aos 41, outra boa boa chance dos mandantes. Após cobrança de escanteio, Igor Felipe testou a bola, que raspou no poste esquerdo do goleiro.

O castigo para o time alvinegro veio no último minuto da primeira etapa. Daniel se aproveitou de uma indecisão dos marcadores do  Athletic e bateu para o gol, dessa vez, sem chances para o goleiro Gilson.

 

Athletic joga mal no segundo tempo

 

Para o segundo tempo, o técnico Cícero tirou Igor Felipe para a entrada de Sato. Com isso,  o camisa 10 Matheus foi deslocado para jogar no setor direito. Após a partida, na entrevista coletiva, o treinador explicou que pretendia ter mais velocidade naquele setor.

O meia, que já parecia estar desgastado, não conseguiu fazer a função e voltou a jogar mais pela meia esquerda.

Com o passar do tempo, ficou claro que o Esquadrão deixou se abater com o gol sofrido. As jogadas já não fluíam naturalmente e os visitantes achavam mais espaços para jogar.

Aos 11 minutos, Cicinho sacou o lateral direito Léo Gonçalo e colocou o lateral esquerdo Guilherme Morassi. O volante Bruno passou a atuar improvisado  na lateral direita.

Aos 16 minutos, Nathan, contundido, teve que sair. O técnico promoveu a estréia do volante Eduardo Nardini, contudo,  acabou queimando a última substituição.

A partir desse momento, o  time da casa, sem outra alternativa, foi para o tudo ou nada, fato que tornou a partida muito aberta.

Aos 28 minutos, a melhor chance do Athletic. Mococa fez boa jogada pela esquerda e tocou para Rudi. O camisa 9 colocou na frente e bateu cruzado, a bola desviou no zagueiro e ficou com Matheus no segundo pau. O meia, já desequilibrado, bateu na rede pelo lado de fora.

Logo em seguida, o time de Uberlândia quase amplia. Em um dos vários  contra-ataques que conseguiu, o atacante Hitalo entrou sozinho na grande área e obrigou Gilson a fazer uma defesa milagrosa.

Além da desvantagem no marcador, alguns jogadores já demonstravam cansaço físico. Bruno, que sempre joga no limite e atua em uma extensa faixa do campo, já não tinha fôlego para atacar e defender. Matheus parecia sentir uma lesão que sofreu logo no ínicio do jogo. Já Lucas Barbosa, acusava a falta de ritmo pelo período de inatividade.

 

Ainda assim, o time tentou pressionar no fim da partida. Mococa em jogada individual, agora pela direita, passou entre 2  e, sem ângulo, ao invés de cruzar, bateu para o gol, mas a bola foi pra fora.

Daí até o fim, o Athletic, já muito desorganizado, passou a apostar tudo no jogo aéreo, no entanto,  o CAP se defendeu bem.

Com o resultado negativo, o Clube são-joanense deixou o G4, porém ainda figura na parte de cima da tabela. Na  próxima rodada,  o Esquadrão vai a Ipatinga duelar com o Tigre. O CAP, que enfrentaria o Tricordiano, folga.

 

Outros resultados da rodada:

 

Em Teófilo Otoni, o América foi surpreendido pelo então lanterna, Democrata de Sete Lagoas. A equipe visitante conseguiu sua primeira vitória na competição e deixou a lanterna para o Ipatinga.

Na Arena Jacaré, o Coimbra venceu o Ipatinga por 1 a 0  e assumiu a liderança do campeonato.

No domingo, o Uberlândia não tomou conhecimento do Serranense e venceu por 3 a 0 tomando a vice liderança do Clube de Nova Serrana.

A rodada  fechou na segunda feira, com a vitoria do  Democrata em cima do  Nacional de Muriaé no estádio Mamudão

 

Coletiva do Técnico Cicero Junior.

 

Luiz Miguel , goleiro do CAP Uberlândia destaque da partida.

 

Daniel autor do único gol da partida.

 

 

Fernando Souza

Fernando Souza é Rubro Negro nato, torcedor do Athletic, formado em Filosofia pela UFSJ,  apaixonado pela  cultura mineira e aficionado pela história do futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *