Raniel fez diferença pra VARiar (Santos 0 x 1 Cruzeiro)

Raniel comemorando seu gol. Assim como contra Atlético-PR, na fase anterior, ele entrou e garantiu triunfo celeste. Foto: Vinnícius Silva/Cruzeiro E.C.

Salve guerreiros! Nada como vencer pela Copa do Brasil pra terminar semana bem, não é mesmo? Após tropeçar em casa pelo Brasileirão, o Cruzeirão Cabuloso foi até a Vila Belmiro e derrotou o time da casa por 1 a 0. O time tem totais condições de repetir 2014, quando eliminou o Santos pela copa nacional.

Jogo foi fraco. Assim como em outros jogos, o Cruzeiro jogou mal na minha opinião e nivelou o seu futebol com o do adversário. Mesmo assim, a Raposa ainda foi ~menos pior~ melhor em campo. Com baixa velocidade e toques previsíveis, o time custou para criar boas jogadas. O cenário mudou quando, de novo, mais uma vez, novamente, o jovem Raniel entrou na segunda etapa e deu velocidade e ainda fez o gol da vitória.

Este jogo foi histórico no futebol nacional por ser o primeiro jogo oficial com o VAR (do inglês Video Assistant Referee; em português: árbitro assistente de vídeo) disponível. Arbitragem de vídeo não interferiu no jogo respeitando a regra (lance de gol, vermelho direto, etc.), mas fica aqui o registro de que deveria melhorar como, por exemplo, cartão amarelo em lances fortes e neutralidade na hora de dar o segundo cartão (o que não houve ontem por parte do árbitro principal). Mas criticar arbitragem é chover no molhado.

Agora o atual campeão da Copa do Brasil volta as atenções para o Brasileirão: enfrentará Vitória domingo 16 horas no Barradão; e, depois, disputará o primeiro jogo das oitavas da Libertadores: enfrentará Flamengo  quarta 21:45 horas no Maracanã, estádio o qual o Cruzeiro ainda não venceu após ser reformado em 2014.

SANTOS 0 X 1 CRUZEIRO
Motivo: Jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil
Data/Hora: 01/08/2018 (quarta-feira), 19:30 horas
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Público: 7.134
Renda: R$ 147.429,00
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio-GO (FIFA)
Gol: Raniel, aos 36 minutos do 2º tempo
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Dodô; Diego Pituca (Copete), Alison e Renato (Daniel Guedes); Bruno Henrique, Rodrygo e Gabriel. Técnico: Cuca
Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho (Rafael Sóbis, Thiago Neves (Rafinha) e De Arrascaeta; Hernán Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes
Cartões amarelos: Gabriel (Santos); Henrique, Rafael Sóbis e Rafinha (Cruzeiro)

MANTO NOVO

O Cruzeiro lançou o uniforme número 3 da temporada 2018. Pra variar é uma linda camisa e é toda branca com detalhes em prata e patrocinadores em tom monocromático (todo azul). O lançamento antecipado em relação às outras temporadas é estratégia do Clube para aproveitar o Dia dos Pais, próximo dia 12 de agosto. A estreia será contra o rubro-negro baiano neste domingo e a camisa está disponível desde hoje (sexta, 3 de agosto) nas lojas oficiais da Raposa com exclusividade. Veja o vídeo oficial da “camisa a alma vencedora do Cruzeiro”:

Por Sidney Júnior

Sidney Jr

Сидней Жу́ниор  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *